Secretarias da Saúde e da Educação definem volta às aulas em seis regionais do Paraná

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2020/10/Aulas-1.jpg

Retorno deve ser testado nas regiões com índices epidemiológicos mais baixos em relação à Covid-19, como Umuarama, Cianorte, Francisco Beltrão, Ponta Grossa, Pato Branco e Wenceslau Braz.

As aulas presenciais em algumas escolas da rede pública de ensino do Paraná devem retornar ainda no mês de outubro, conforme decisão tomada pelas Secretarias Estaduais de Educação (Seed) e Saúde (Sesa), nesta quinta-feira (8).

O governo do estado afirmou que trabalha para que o retorno ocorra em 19 de outubro. A informação foi obtida com exclusividade pela RPC.

Durante as reuniões com representantes das secretarias, também participaram o Ministério Público e a Casa Civil.

As aulas na rede pública de educação estão suspensas desde o dia 20 de março, no Paraná. O governo chegou a prever o retorno das atividades para setembro, mas a volta acabou não se confirmando.

O retorno “teste” das aulas presenciais será feito em áreas onde os índices epidemiológicos da Covid-19 estão mais baixos. Estão nesta lista as seguintes regionais de educação:

  • Umuarama
  • Cianorte
  • Francisco Beltrão
  • Pato Branco
  • Ponta Grossa
  • Wenceslau Braz

Juntas, as seis regionais têm 84 cidades. Entretanto, a volta às aulas não acontece em todos os 84 municípios.

Conforme apurado pela RPC, o retorno ocorrerá em cerca de 30 cidades que ficam nessas regiões, e as aulas também não voltarão em todas as escolas desses municípios.

retorno será feito para os alunos mais velhos, do 8° e do 9° ano do ensino fundamental e do 3º ano no ensino médio.

O teste de retorno às aulas faz parte do plano-piloto, do Governo do Paraná. Se der certo, o modelo poderá ser aplicado em outras regiões do estado.

Por meio de nota, o Sindicato dos Trabalhadores de Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) afirmou que é contra o retorno das aulas presenciais durante a pandemia.

“O melhor a se fazer é concluir o ano letivo com o ensino remoto, que está sendo aplicado desde o início da pandemia, apesar das contrariedades da entidade sindical sobre esse modelo”, diz trecho da nota.

FacebookTwitterGoogle+linkedinemailMore
Copyright © Paraná News - A Informação com Credibilidade e Imparcialidade!