Paraná News

Professores da Rede Estadual paralisam 30 de agosto em protesto a 1988

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2017/08/Paralisação-educação.jpg

Lá já se vão 29 anos desde o fatídico dia de 30 de agosto de 1988, quando a data ficou marcada com um grande confronto histórico entre educadores e a polícia militar em frente ao Palácio Iguaçu em Curitiba.

Os fatos comprovam que na época o então governador Álvaro Dias tem autorizado a dispersão de professores grevistas com cachorros, cavalos e bombas de efeito moral. Na avaliação de muitos professores até hoje, aquele episódio foi considerado um massacre, porque o saldo foi de muitos feridos.

Data posterior a aquela em que houve um confronto ainda maior foi dia 29 de 2015 com contornos ainda mais catastróficos.

Ficaram assim instituídas estas duas datas como sendo o dia do luto e da luta pela Educação.

Atualmente o salário base do professor da Rede Estadual é de R$ 1.203,41 para 20 h/aula semanais e mais o auxílio transporte de R$ 413,00. Segundo informações da APP Sindicato, a defasagem salarial é hoje de 19% contados os últimos 20 meses. As manifestações públicas da classe acontecem nesta quarta feira em Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Cornélio Procópio, Cascavel e Laranjeiras do Sul.

O Site Paraná News entrou em contato com uma pedagoga do Colégio Estadual Professor Ildo José Fritzen de Entre Rios do Oeste que confirmou adesão a paralisação, não tendo, portanto, aula diurna nem noturna nesta quarta feira (30).

Ilvo W. / Paraná News

 

PATROCINADORES

.