Paraná News

Polícia afirma que morte de rondonenses no Paraguai foi motivada por vingança

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2018/03/28082017-_MG_9210.jpg

A Polícia Nacional Paraguaia investiga as mortes de Alécio Dresch, de 73 anos, e do neto dele, Leonardo Farias Dresch, de 12 anos, no distrito de Nova Toledo, no Paraguai.

Eles estavam desaparecidos há mais de quatro meses, quando supostamente teriam sido sequestrados.

Sete suspeitos de envolvimento no crime já foram identificados e presos pela polícia.

Os corpos foram encontrados na quarta-feira, enterrados a 1,5 quilometros de distância da casa onde as vítimas moravam.

Eles se mudaram de Marechal Cândido Rondon, há mais de dez anos para o Paraguai.

Segundo o agente fiscal antissequestro Frederico Delfino, a principal linha de investigação da polícia é de que o crime foi cometido por vingança familiar.

De acordo com ele, os corpos foram encontrados depois que um dos suspeitos preso indicou o local.

Com Inf. Rádio Educadora/Portal Rondon.

PATROCINADORES

.