Paraná News

PF intima investigados por desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas no Paraná

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2018/01/Escolas.jpg

Entre os investigados estão o secretário de Comunicação e chefe de gabinete do governador, o secretário especial de Cerimonal e Relações Internacionais e o assessor da governadoria.

A Polícia Federal (PF) começou a intimar 17 pessoas investigadas na Operação Quadro Negro, que apura desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas estaduais do Paraná.

As intimações foram determinadas no inquérito que tramita em sigilo no Supremo Tribunal Federal (STF), onde está a parte do processo que apura se houve envolvimento de pessoas com foro privilegiado nos desvios.

Entre os investigados estão o secretário de Comunicação e chefe de gabinete do governador, Deonilson Roldo, o secretário especial de Cerimonal e Relações Internacionais, Ezequias Moreira e o assessor da governadoria, Ricardo Rached. Eles devem ser ouvidos pela PF na próxima semana.

O que dizem os citados

Deonilson Roldo afirma que desconhece a intimação, mas que está à disposição para quaisquer esclarecimentos a respeito do caso.

Ezequias Moreira também diz que não foi intimado até momento e que, caso seja confirmada a intimação, comparecerá à Polícia Federal ou a qualquer outro órgão “para ter a oportunidade de desmentir todas as inverdades ditas até o momento pelo réu que está prestes a ser condenado”.

Ricardo Rached afirma que a citação ligada ao nome dele é mentirosa e que vai prestar todos os esclarecimentos às autoridades para que a verdade seja estabelecida.

PATROCINADORES

.