Paraná News

Motoristas tentam vender pontos na CNH em Cascavel

Comercializar ou assumir pontos de multas na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para livrar o verdadeiro responsável é ilegal. A prática é considerada crime de falsidade ideológica, de acordo com o artigo 299 do Código Penal Brasileiro.

Porém, nesta terça-feira (21) o anuncio em um grupo do Facebook de Cascavel chamou pontos na CNH. R$ 150,00″, dizia a jovem. É o comércio de pontos por infrações de trânsito.

Logo nos primeiros minutos da publicação duas pessoas se interessam pela proposta. Um motorista pedia R$ 300 para assumir os pontos, outro R$ 500 e alega que se trata de uma multa pesada e seria necessário fazer a reciclagem.

Segundo o Detran, quem assume os pontos sem ser o real infrator pode ser penalizado com reclusão de até cinco anos e multa. Negociar a pontuação é um grande risco maior para quem compra, pois determinadas infrações levam a outras penalidades que podem gerar a cassação da CNH.

A comercialização e transferência de pontuação, em geral, têm como objetivo evitar a suspensão da CNH para o motorista que atinge a marca de 20 pontos em um período de 12 meses.

Quando ocorre a suspensão, o condutor precisa fazer um curso de reciclagem de 30 horas e perde o direito de dirigir por, pelo menos, 30 dias. Se for constatado que conduziu qualquer veículo neste período a CNH será cassada e o tempo sem habilitação subirá para dois anos. A 7ª Ciretran de Cascavel não quis se manifestar sobre o assunto.

Catve.

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2017/02/cnh.png

PATROCINADORES

.