Durante a Formação Continuada dos professores da Escola Municipal Presidente Médici com o SEFE acontece a visitação a Central do Biogás

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2019/08/DSC09981.jpg

A Escola Municipal Presidente Médici de Entre Rios do Oeste teve nestes dois dias (quinta e sexta feira) o acompanhamento e participação de quatro professores/colaboradores do SEFE – Sistema de Ensino, Família e Escola, na Formação Continuada do Corpo Docente do Educandário.

A implantação deste novo sistema, em que é trabalhado com o apostilamento da Editora Opet, foi iniciada no ano de 2017 na referida escola, para a Educação Infantil e para as Disciplinas de Informática e Inglês.

Neste ano foi ampliado para todos os alunos do 1º ao 5º ano e também para as Disciplinas  de Artes e Educação Física.

Segundo avaliações, esta nova proposta de ensino contempla reais evoluções no principal objetivo do educandário e o Corpo Docente da Escola Municipal Presidente Médici já vislumbra resultados excelentes e produtivos.

Visita ao Biogás

Todos os professores, juntamente com os representantes do SEFE realizaram na tarde de sexta feira (09), uma visita técnica à Mini Central Termelétrica do Biogás, recentemente inaugurada no município de Entre Rios do Oeste.

No local, receberam instruções detalhadas do Secretário Municipal de Saneamento Básico, Energias Renováveis e Iluminação Pública, senhor Carlos Eduardo Levandowski, sobre todo o sistema que compõe desde o fornecimento da matéria prima até o resultado final transformado em energia elétrica, que contribui na economia do município, além da excelente solução ambiental de um passivo que no passado era preocupação.

(clique nas fotos para ampliar)

A Escola Municipal Presidente Médici também teve uma importante  contribuição no período em que esteve em voga Projeto do Biogás, com o estudo do sistema e a sua apresentação na Semana Literária para a comunidade escolar e local, como também na exposição deste, no projeto  SEFE – Ação Destaque, na cidade de Curitiba,  ocasião premiada em 1º lugar na categoria.

Hoje, a funcionalidade do outrora projeto que virou realidade, precisa estar no entendimento dos professores, tanto como agentes participativos do projeto, quanto para o ensino efetivo de um exemplo real, em que problemas na sociedade e na natureza, podem ser solucionados mediante estudos que visam o desenvolvimento e a transformação do ser humano.

Redação Paraná News

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Paraná News - A Informação com Credibilidade e Imparcialidade!