Paraná News

Como vão ser as chuvas para a safra de verão?

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2017/08/campochuva-1.jpg
Muitos produtores estão ansiosos para saber como vai se comportar o regime de chuvas da próxima safra de verão. O cenário ideal seria voltar a chover assim que o vazio sanitário chegasse ao fim, no dia 15 de setembro. No entanto, as chuvas na parte central do Brasil podem atrasar, mesmo com uma condição neutra do oceano Pacífico Equatorial.

Estamos em um inverno dentro da normalidade climática, sem El Niño ou La Niña, e as previsões no longo prazo também indicam uma primavera com as mesmas condições. A próxima estação começa no dia 22 de setembro, mas as primeiras pancadas significativas de chuva no Centro-Oeste e no Sudeste só devem ocorrer a partir da segunda quinzena de outubro. Para a região do Matopiba, pode ser até mais tarde, no decorrer de novembro.

O tempo agora

O tempo permaneceu seco em boa parte do Brasil nos últimos sete dias. Somente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, uma frente fria trouxe aproximadamente 30 milímetros de chuva, beneficiando o desenvolvimento de culturas como a de trigo. A umidade do solo aumentou e está acima de 70% na maior parte da Região Sul.

Já no Sudeste, Centro-Oeste, interior do Nordeste e na Região Norte, a umidade do solo está mais baixa. Apesar da passagem de uma nova frente fria por Rio Grande do Sul e Santa Catarina nesta segunda, dia 7, e na terça- feira, dia 8, não há expectativa de grandes acumulados.

A novidade fica para a semana que vem: entre o domingo, dia 13, e quarta-feira, dia 16, o reposicionamento do bloqueio atmosférico fará com que a chuva forte e persistente retorne à Região Sul e ao sul de Mato Grosso do Sul, com acumulado médio de 50 milímetros. Outras simulações, como as do CPTEC/Inpe, também indicam retorno da chuva para o Sul em meados de agosto.

Vale salientar que um pequeno aquecimento do Pacífico Leste auxilia o retorno das precipitações. A quantidade e as área mais atingidas serão melhor avaliadas a partir da segunda metade desta semana.

Por fim, embora apareça chuva sobre a Região Sudeste depois do dia 15, nem todas as simulações ainda indicam este cenário, sendo necessário maior monitoramento. “Volumes elevados mesmo, só em outubro. Não dá para esperar grande coisa antes disso”, diz Desirée Brandt, da Somar Meteorologia. Destaca-se o retorno do calor com máximas em torno de 35°C no Sudeste e próximas de 40°C no Centro-Oeste nesta semana.

Pryscilla Paiva, editora de Tempo do Canal Rural

PATROCINADORES

.