Paraná News

Centro Cultural de Entre Rios do Oeste foi reinaugurado com discursos, homenagens e show musical

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2017/10/Casa-Cultura.jpg

Com o descerramento da placa, passou a ser denominado Centro Cultural Armindo Back

Após um histórico de longa data em que o Centro Cultural de Entre Rios do Oeste vinha apresentando problemas na estrutura física com infiltrações de água e suas diversas conseqüências, e medidas paliativas sendo tomadas, desta vez considera-se bem resolvidos todos os problemas apresentados.

Além disso, a estrutura foi ampliada com a edificação de mais cinco salas, que comportam espaços necessários para atender diversas empregabilidades.  As reformas e ampliações perfizeram um custo monetário de aproximadamente 300 mil reais.

A reinauguração esteve deparada em dois momentos, a saber: a primeira parte ocorreu na área externa com a apresentação das melhorias físicas do estabelecimento e os números incorridos na empreitada, assim como a prestamento de homenagens discursivas ao munícipe honrado, e por fim o descerramento da placa que oficializa o nome para Centro Cultural Armindo Back.

Quem foi Armindo Back?

Um cidadão que conheceu as dificuldades financeiras, mas ainda assim, nas horas de folga e fins de semana animava pequenos eventos com seu inegável talento musical. Ou seja, “era formiga por ofício, e cigarra toda vez que o tempo lhe permitia.”

 Armindo Back, – ao contrário de hoje, – viveu num tempo sem incentivos de qualquer administração pública, para desenvolver sua sagacidade artística, de tal forma que, sendo autodidata, só lhe restou morrer no anonimato diante da mídia.

Entretanto, se a mídia não o conheceu, as comunidades por onde passou, e principalmente sua família exaltam o reconhecimento da sua habilidade musical.

Se ele dizia que a música estava no sangue, nada melhor do que o próprio tempo conseguiu provar a veracidade daquele dito. Filhos, filhas, netos, netas e bisnetos de Armindo fizeram o público do Centro Cultural a todo o momento eclodir em aplausos espontâneos com a aptidão natural apresentada do início ao final do show musical.

Entre os diversos estilos e ritmos musicais, foi feita uma homenagem com a leitura de um texto que emocionou a platéia.   No entanto, ainda estavam reservadas muitas alegres canções que mexeram com o público presente.

Para quem antes, a primeira vista, perguntou: por que Armindo Back? – não precisou de nenhuma resposta ao final das apresentações oferecidas ao público por seus descendentes diretos. Estava provado o dito; “a música está no sangue”. Se pela realidade midiática, Armindo Back estava simplesmente relegado ao esquecimento, a realidade das pessoas próximas a ele, definitivamente reavivaram a memória com o evento que, a partir do qual, ostenta o nome do espaço cultural de Entre Rios do Oeste de Centro Cultural Armindo Back.

Redação: Paraná News

 

 

PATROCINADORES

.