Paraná News

Casos como do empresário de Santa Helena assassinado e roubos a farmácias estão sendo esclarecidos com a prisão dos bandidos

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2021/03/casos-de-policia-1-1.jpg

Os dois casos de assalto a farmácias, – uma em Diamante do Oeste e outra em Moreninha, distrito de Santa Helena no dia 05 deste mês e do brutal assassinato do empresário Marlon Marafon no dia 08, – estão sendo esclarecidos com a prisão dos marginais, neste dia 10 de março.

Suspeita-se que a ficha criminal seja ainda mais extensa, e que tudo poderá vir à tona com as detenções realizadas pela polícia santa-helenense.

Nesta quarta feira (10), a corporação policial recebeu diversas denúncias, sobre o paradeiro dos autores dos crimes. Eles estariam num local em Sub Sede, e com a aproximação da polícia, ainda tentaram fugir, mas dois marginais foram capturados.

Mais tarde outras denúncias davam conta que um terceiro bandido estaria na região do Bairro Natureza, mas no local não foi encontrado o elemento.

Cerca duas horas depois, outras denúncias de que o infrator estaria em Sub Sede onde furtou uma bicicleta e teria se evadido rumo a Linha Maraskim.

A corporação policial realizou o patrulhamento e em São Clemente foram  realizadas diligências pelo distrito, se deslocando até o Bairro Jardim das Flores, onde foi localizado a bicicleta de cor azul, com as características da bicicleta furtada, parada em frente a uma residência, momento em que a equipe realizou abordagem aos moradores para obter informações sobre o paradeiro do procurado, momento este que o marginal saiu dos fundos da residência com as mãos na cabeça se entregando livremente, dizendo que queria se entregar.

Em busca pessoal nada de ilícito foi localizado com o mesmo. Diante da indagação dos fatos, por livre e espontânea vontade, sem coação, ele confessou o assalto/latrocínio, descrevendo como ocorreu o ato fatídico que resultou na morte de Marlon Marafon (08 março 21); bem como o assalto na farmácia em Diamante D’Oeste (5 março 21); e no Distrito de Moreninha (5 março 21). Em seguida ele disse onde era o endereço do furto da bicicleta, identificando a vítima, a mesma reconheceu a bicicleta que havia sido apreendida, dizendo ser de sua propriedade. Foi dado voz de prisão ao autor e encaminhado no camburão da viatura, com uso de algemas (conforme súmula vinculante 11) até a DP local para os procedimentos cabíveis. (B.O.)

Redação Paraná News

 

PATROCINADORES

.