Brasil está em alerta para nova nuvem de gafanhotos no Paraguai e na Argentina

https://parananews.net.br/wp-content/uploads/2020/07/gafanhotos.jpeg

De acordo com o fiscal estadual agropecuário do Rio Grande do Sul, Juliano Ritter, o Brasil continua acompanhando a movimentação dos insetos

A nuvem de gafanhotos que se movimenta pela fronteira entre Brasil e Argentina há algumas semanas tem uma nova localização, informou o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentaria (Senasa).

Segundo o serviço argentino, a nuvem se moveu 33 quilômetros ao sul e está em Sauce, a 122 quilômetros da cidade gaúcha de Barra do Quaraí. De acordo com o fiscal estadual agropecuário do Rio Grande do Sul, Juliano Ritter, o Brasil continua acompanhando a movimentação dos insetos.

As equipes do Senasa realizaram tratamento fitossanitário para diminuir a densidade populacional da nuvem de gafanhotos. A entidade está acompanhando de perto o deslocamento dos insetos e alerta que o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) de Argentina previu aumento das temperaturas e ventos soprando de norte, o que ocasionou esse deslocamento para o sul.

Nuvem paraguaia

A segunda nuvem de gafanhotos que deixou o Brasil em alerta se movimentou nesta sexta-feira, 17. De acordo com o Serviço de Qualidade e Sanidade Vegetal (Senave), os insetos, que estavam em áreas de Madrejón e 4 de Mayio, no Paraguai, seguiram para o sudeste, em direção a Teniente Pico, no departamento de Boquerón, também no país.

Segundo o órgão paraguaio, equipes técnicas permanecem na área e indicam que os insetos continuam em constante movimento. “Esse monitoramento permanente é realizado para localizá-los e poder aplicar os controles fitossanitários correspondentes”, diz.

Canal Rural

FacebookTwitterGoogle+linkedinemailMore
Copyright © Paraná News - A Informação com Credibilidade e Imparcialidade!